O/A psicólogo/a está Online: um Mapeamento Sistemático sobre o Uso das RSO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21664/2238-8869.2024v13i1.p269-290

Palavras-chave:

psicologia, psicólogo (a), redes sociais online – RSO, online social media

Resumo

As Redes Sociais Online (RSO) consitem em um espaço virtual organizado por meio de uma interface própria, a partir da agregação de perfis humanos. Este meio produz uma nova forma de relacionamento entre os indivíduos e o psicólogo está inserido nesse campo, seja como espectador, como produtor de conteúdo ou possuindo outras formas de relacionamento com esse espaço. Objetivos: Realizar um mapeamento da literatura para identificar como se dá o uso das RSO por parte do campo da psicologia, considerando todos os achados até o ano de 2023. Métodos: Realizou-se um mapeamento sistemático de literatura a partir de quatro etapas: (1) definição das questões de pesquisa; (2) execução da pesquisa; (3) extração e síntese dos dados colhidos e (4) análise dos dados. A seleção do material consistiu na extração dos resumos dos 71 estudos selecionados para a criação do corpus textual utilizando o Open Office Writer e no processamento de dados pelo software Iramuteq através da CHD (Classificação Hierárquica Descendente). Resultados: Foi possível identificar que os artigos publicados utilizando a temática das RSO no campo psi começaram a ser apresentados em revistas a partir de 2011. A natureza metodológica dos estudos expõe noções de investigações qualitativa e quantitativa. O corpus textual apresentou 4 classes que indicaram: (1) Apresentação de conteúdos referentes à construção de novos modos de vida e padrões sociais para os indivíduos; (2) Desafios em relação a forma como os indivíduos se relacionam com as RSO e os impactos em suas vidas; (3) Natureza qualitativa dos estudos como predominante; e (4) Estudos realizados no ambiente virtual, com destaque a pandemia de COVID-19. Conclusões: O uso do Mapeamento Sistemático foi satisfatório em seu resultado, permitindo responder todas as questões de pesquisa levantadas, trazendo à tona um panorama geral do uso das RSO pelo campo da psicologia

Biografia do Autor

Mylena Mirele Almeida dos Santos, Universidade Federal de Alagoas

.

Ana Carolina Marinho, Universidade Federal de Alagoas

Paulo.

Referências

Alberguini A C 2008. A Ciência nos telejornais brasileiros. O papel educativo e a compreensão pública das matérias de CT&I. Teoria & Prática, 4, 111-125.

Azambuja, C. P., & Bichueti, R. S. (2016). Marketing de experiência: estratégias para impulsionar o market share e fortalecer a marca do energético energy. Revista de Administração da Universidade Federal de Santa Maria, 9, 88-106.

Assunção RS, Matos PM 2014. Adolescent Perspectives on Facebook Use: A Qualitative Study. Psicologia Em Estudo 19: 539-547.

Benevenuto F, Almeida JM, Silva AS 2011. Exploring Online Social Networks: From Collection and Analysis of Large Databases to Applications. Sociedade Brasileira De Computação, 22.

Cabral CS, Cavalcanti DS, Barbosa JM, Vasconcelos ACCPD, Vianna RPDT 2020. Insertion of a Virtual Group in the Social Network to Support Exclusive Breastfeeding for Women After Hospital Discharge. Interface-Comunicação, Saúde, Educação 24: 1-17.

Cavalheiro DG. Digital social networks and mental health: current challenges and future perspectives [monograph on the Internet]. Universidade de Caxias do Sul: Repositório Institucional, 2021 [cited 2023 xx x]. available from: https://repositorio.ucs.br/xmlui/handle/11338/8494.

Camargo B V, Justo A M 2013. IRAMUTEQ: free software for textual data analysis.Temas em psicologia, 21(2), 513-518.

Ferreira KPM, Oliveira MD, Barbosa RAF, Moura RDA, Delabrida ZNC, Costa ÍM, Melo CDF 2022. Predictors Of Residential Environment Stress During Social Distancing In The Pandemic Caused By The Sars-Cov-2 Virus. Estudos De Psicologia (39): 2-17.

Fonsêca PND, Couto RN, Melo CCDV, Amorim LAG, Pessoa VSA 2018. Use of social networks and loneliness: psychometric evidence of scales. Arquivos Brasileiros De Psicologia 70(3): 198-212.

Girotti, V B D S. Studies on scientific dissemination and virtual social networks: the case of the Behaviorist Bulletin. [doctoral thesis]. Universidade Federal de São Carlos: Repositório institucional, 2020. Available in: ttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/13409.

Gomes BLT, Mondo TS 2016. The contribution of social networks in attracting customers from the perception of hotel managers. Revista Brasileira de Marketing 15(2): 195-206.

Gomes ACDC, Pedrosa Filho RBDA, Teixeira LC 2021. Neither See, Nor Look: Visualize! About the Display of Teenagers on Social Media. Ágora (24):91-99.

Guilland R, Klokner SGM, Knapik J, Crocce-Carlotto PA, Ródio-Trevisan KR, Zimath SC, Cruz RM 2022. Prevalence of depression and anxiety symptoms in workers during the COVID-19 pandemic. Trabalho, Educação E Saúde (20): 2-16.

Günther H 2006. Qualitative versus quantitative research: is this the question?

Psicologia: teoria e pesquisa, 22, 201-209.

Hernández-Peña H, Aguirre-Martínez G, Estay-Sepúlveda JG, Lagomarsino-Montoya M, Mansilla-Sepúlveda J, Ganga-Contreras F 2020. The Digital Era from a Humanist Psychology Viewpoint. Revista Costarricense De Psicología 39(1): 35-53.

Jesus Soares S 2019. Pesquisa Científica: Uma Abordagem Sobre O Método Qualitativo. Revista Ciranda 3(1): 1-13.

Kitchenham B A 2012. September). Systematic review in software engineering: where we are and where we should be going. In Proceedings of the 2nd international workshop on Evidential assessment of software technologies (pp. 1-2).

Kolmes K 2012. Social media in the future of professional psychology. Professional Psychology: Research and Practice 43(6), 606 - 612.

Lima NL, Barcelos NS, Berni JT, Casula KA, Ferreira LPM, Figueiredo ERF, Maciel KN, Nunes MCF, Otoni MS 2015. Psychoanalysis, education and virtual social networks: darkening teenagers at school. Estilos Da Clinica 20(3): 421-440.

Lima NL, Castro CFS, Melo CM 2011. Identification in contemporary times: teenagers and social networks. aSEPHallus. 6(12).

Lucena BB, Seixas CM, Ferreira FR 2020. No one is so perfect that they need not be edited: Fetish and the search of the ideal body. Psicologia USP (31): e190113: 1- 9.

Machado NM, Gomide HP, Bernardino HS, Ronzani TM 2019. Facebook Recruitment Of Smokers: Comparing Gain-And Loss-Framed Ads For The Purposes Of An Internet-Based Smoking Cessation Intervention. Cadernos De Saúde Pública (35): 2-13.

Miguel RBP, Arndt GJ, Pires JG 2021. Psychologists and the Use of Media: a Research Report. Psicologia: Ciência E Profissão (41): 1-15.

Neves C, Portugal FT 2011. The public dimension of subjectivity in times of Orkut. Psicologia & Sociedade (23): 15-23.

Nieves-Cuervo GM, Manrique-Hernández EF, Robledo-Colonia AF, Grillo AEK 2021. IInfodemic: false news and mortality trends by COVID-19 in six Latin American countries. Revista Panamericana de Salud Pública (45): e44.

Rocha E, Alves LM 2010. Online Advertising: the power of media and social networks. Fragmentos de Cultura 20(2): 221-230.

Rosa G A M, Santos B R D 2014. Facebook: negotiation of identities and fear of violence. Arquivos Brasileiros de Psicologia, 66(1), 18-32.

Femandes, S., Nascimento, M., Pereira, A., Melo, E., & Carlos, K. (2020). Relações raciais digitais: um estudo sobre as formas de expressão da intolerância racial no Facebook. Revista Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação, (38), 79-91.

Rose, N. 2008. Psychology as a social science. Psychology & Society, 20, 155–164. Doi.org/10.1590/S0102-71822008000200002.

Silva CN, Verbicaro C 2016. Participatory Mapping as a Territory Analysis Methodology. Scientia Plena 12(6): 2-12.

Zenha L 2018. Online social networks: what are social networks and how are they organized?. Education Notebook. Caderno de Educação (49): 19-42.

Downloads

Publicado

2024-04-05

Como Citar

PEREIRA, Alanda Maria Ferro; FERNANDES, Sheyla C. S.; SANTOS, Mylena Mirele Almeida dos; CHAGAS, Jennyfer Amanda Alves da Silva; MARINHO, Ana Carolina; ROCHA, Anna Clara. O/A psicólogo/a está Online: um Mapeamento Sistemático sobre o Uso das RSO. Fronteira: Journal of Social, Technological and Environmental Science, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 269–290, 2024. DOI: 10.21664/2238-8869.2024v13i1.p269-290. Disponível em: https://revistas2.unievangelica.edu.br/index.php/fronteiras/article/view/7078. Acesso em: 17 jul. 2024.