Efeito dos Óleos de Aroeira Pimenta e Erva de Santa Maria em Sementes de Milho Armazenadas à Temperatura Ambiente

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21664/2238-8869.2023v12i3.p250-260

Palavras-chave:

condutividade elétrica, peroxidases, peroxidação de lipídeos, índice de velocidade de germinação

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito dos óleos de aroeira pimenta (Schinus terebinthifolius) e erva de Santa Maria (Chenopodium ambrosioides) em sementes de milho armazenadas à temperatura ambiente por um período de 12 meses. Sementes em estudo foram submetidas a testes de germinação, índice de velocidade de germinação bem como condutividade elétrica, teor de potássio e açucares realizados no líquido de sementes deixadas em imersão. Realizou-se avaliação da atividade específica da peroxidase e peroxidação de lipídeos nas sementes após 12 meses de armazenamento. Menores índices porcentuais de germinação foram observados para o tratamento da Erva de Santa Maria na concentração 4ul/g. O teste de condutividade elétrica realizado aos 6 meses demonstrou menores valores para os tratamentos com 1ul/g e 3ul/g para este óleo, sendo que aos 12 meses de armazenamento não foi possível constatar diferenças estatísticas entre os tratamentos. Concentração de 1 µl/g da aroeira pimenta resultou em maior atividade da enzima peroxidase aos 12 meses de armazenamento, diferindo da testemunha e evidenciando um possível efeito do óleo no sequestro de espécies reativas ao oxigênio. Todos os tratamentos realizados com óleo de Erva de Santa Maria tiveram sua atividade enzimática diminuída, e um aumento, ainda que não significativo, da peroxidação, e diminuição da capacidade germinativa, evidenciando morte das sementes.

Referências

ARAÚJO, J. M. A. Química de alimentos: teoria e prática. Viçosa: UFV, 1995.
BRACCINI, A.L.; BRACCINI, M.C.L.; SCAPIM, C.A. Mecanismos de deterioração dassementes: aspectos bioquímicos e fisiológicos. Informativo ABRATES, Pelotas, v.11, n.1, p.10-15, 2001.
BRAGA, F. G.; BOUZADA, M. L. M.; FABRI, R. L.; MATOS, M. D. O.; Antileishmanial and antifungal activity of plants used in traditional medicine in Brazil. Journal off Ethnopharmacology, v. 111 (2), p. 396-402, 2007.
BRASIL. Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. DNPV. Divisão de Sementes e Mudas. Regras para Análise de Sementes... Brasília: MARA, 2009. 398p.
CAMPOS, A. D.; SILVEIRA, E. M. L. Metodologia para determinação da peroxidase e do polifenol oxidase em plantas. EMBRAPA: Comunicado Técnico 87. Pelotas/RS. 2003.
CAPILHEIRA, A. F.; CAVALCANTE, J. A.; SILVA, R. N. O. da; VERGARA, R.; GADOTTI, G. I. Qualidade fisiológica de sementes de milho sob diferentes condições de armazenamento. Anais... XXXI Congresso Nacional de Milho e Sorgo. Bento Gonçalves/RS. 2016. Disponível em: <http://www.abms.org.br/cnms2016_trabalhos/docs/950.pdf>. Acesso em: 28 jan. 2022.
COIMBRA, R.A.; MARTINS, C.C.; TOMAZ, C.A.; NAKAGAWA, J. Testes de vigor utilizados na avaliação da qualidade fisiológica de lotes de sementes de milho-doce (sh2). Ciência Rural, v.39, n.9, dez, 2009.
COITINHO, R. L. B. C. et al. Atividade inseticida de óleos vegetais sobre SitophiluszeamaisMots. (Coleoptera: Curculionidae) em milho armazenado. Revista Caatinga, v.19, p.176-182, 2006.
DAVEY, MW; STALS, E.; PANIS, B.; KEULEMANS, J.; SUÉCIA. Determinação de alto rendimento de malondialdeído em tecidos vegetais. Bioquímica Analítica, v. 347, p. 201-207, 2005.
DELOUCHE, J. C.; BASKIN, C. C. Accelerated aging technique for predicting the relative storability of seed lots. Seed Science & Technology, v.1, n.1, p.427-452, 1973.
FELIPE, P. V. D.; VIDAL, T. S.; GAROFOLO, A. C. S. Efeito de Óleos Essenciais de Plantas na Germinação de Sementes de Milho (Zea mays, Variedade Eldorado). Cadernos de Agroecologia – ISSN 2236-7934 - Anais do 1º Congresso Online Internacional de Sementes Crioulas e Agrobiodiversidade - Dourados, Mato Grosso do Sul- v. 15, nº. 4, 2020. Disponível em: <http://cadernos.aba-agroecologia.org.br/index.php/cadernos/article/view/6548>. Acesso em: 21 set. 2021.
FREITAS, M. A influência do armazenamento de sementes na qualidade de plantio. Publicado em 24 ago. 2018. Disponível em: <https://www.pioneersementes.com.br/blog/59/a-influencia-do-armazenamento-de-sementes-na-qualidade-de-plantio#:~:text=A%20melhor%20temperatura%20para%20fazer,o%20melhor%20aproveitamento%20das%20sementes.>. Acesso em: 11 abr. 2022.
ISMAN, M.B. Botanical insecticides, deterrents, and repellents in modern agriculture and an increasingly regulated world. Annual Review of Entomology, Palo Alto, v. 51, p. 45-66, 2006.
JOSÉ, S.C.B.R.; SALOMÃO, A.N.; COSTA, T.S.A.; SILVA, J.T.T.T.; CURI, C.C.S. Armazenamento de sementes de girassol em temperaturas subzero: aspectos fisiológicos e bioquímicos. Revista Brasileira de Sementes, v.32, n.1, p.29-38, 2010.
KIM, S.; ROH, J.Y.; KIM, D.H.; LEE, H.S.; AHN, Y.J. Insecticidal activities of aromatic plant extracts and essential oils against Sitophilus oryzae and Callosobruchus chinensis. Journal of Stored Products Research, v.39, n.1, p.293-303, 2003.
LEHNER, A. et al. Changes in soluble carbohydrates, lipid peroxidation and antioxidant enzyme activities in the embryo during ageing in wheat grains. Journal of Cereal Science, Melbourne, v. 47, n. 3, p. 555-565, 2008.
LIPINSKI, L.C.; WOUK, A.F.; DA SILVA, N.L..; PEROTTO, D.; OLLHOFF RD. Effects of 3 Topical Plant Extracts on Wound Healing in Beef Cattle. Africal Journal of Traditional, Complementary and Alternative, v.9, n.4, p.542-547, 2012.
LOTT, J.N.A.; CAVDEK, V. CARSON, J. Leakage of K, Mg, Cl, Ca and Mn from imbibing seeds, grains and isolated seed parts. Seed Science Research, 1:229-233, 1991.
MARCOS FILHO, J. Testes de vigor: importância e utilização. In: KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D.; FRANÇA NETO, J. B. (Ed.). Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, 1999. p. 1-21.
MAGUIRE, J.D. Speeds of germination-aid selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science, Madison, v.2, p. 176-177, 1962.
MARTINEZ, G.M.J.; BARREIRO, M.L.; RODRIGUEZ, Z.M.; RUBALCABA, Y. Actividad antimicrobiana de um extracto fluido al 80 % de Schinus terebinthifolius Raddi (copal). Revista Cubana de Plantas Medicinales, v.5, n.1, p.23-25, 2000.
McDONALD,M.B. Seed deterioration: physiology, repair and assessment. Seed Scienceand Technology, v.27, n.1, p.177-237, 1999.
MENEZES, E.L.A. Inseticidas botânicos: seus princípios ativos, modo de ação e uso agrícola. Seropédica, Rio de Janeiro: Embrapa Agrobiologia, 2005. 58p.
MONZOTE, L.; STAMBERG, W.; STANIEK, K.; GILLE, L. Toxiceffectsofcarvacrol, caryophyllene oxide, and ascaridol e from essential oil of Chenopodium ambrosioides on mitochondria. Toxicology and Applied Pharmacology, New York, v.240, n.3, p.337-347, 2009.
PANOBIANCO, M.; MARCOS FILHO, J. Envelhecimento acelerado e deterioração controlada em sementes de tomate. Scientia Agricola, v. 58, n. 3, p. 525-531, 2001.
POWELL, A. A. Cell membranes and seed leakage conductivity in relation to the quality of seed for sowing. Journal Seed Technology, Sprinfield, v. 10, n.2, p. 81-100, 1976.
PROCÓPIO, S.O.; VENDRAMIM, J.D.; RIBEIRO JÚNIOR, J.I.; SANTOS, J.B. Bioatividade de diversos pós de origem vegetal em relação à Sitophilus zeamais Mots. (Coleoptera: Curculionidae). Ciência e Agrotecnologia, v.27, n.6, p.1231-1236, 2003.
SANTOS, A.C.A.; ROSSATO, M.; AGOSTINI, F.; SANTOS, P.L.; SERAFINI, L.A.; MOYNA, P.; et al. Avaliação química mensal de três exemplares de Schinus terebinthifolius Raddi. Revista Brasileira de Biociências, v.5, n.2, p.1011-1013, 2007.
SIEGEL, B.Z. Plant peroxidases: an organism perspective. Plant Growth Regulation, v.12, p. 303-312, 1993.
SILVA NETA, I. C. Armazenamento de sementes de milho: importância e como fazer. Sementes Biomatrix. Publicado em 04 fev. 2021. Disponível em: <https://sementesbiomatrix.com.br/blog/sementes/armazenamento-de-sementes-de-milho/>. Acesso em: 30 jan. 2022.
SILVESTRE, R.G.; NEVES, I.A.; CÂMARA, C.A.G. Acaricide activity of leaf essential oil from Schinus terebinthifolius Raddi on the two-spotted spider mite (Tetranychusurticae). BrazilianConferenceon Natural Products, BPS-158, São Pedro. 2007.
SPINOLA, M. C. M.; CÍCERO, S. M.; MELO, M. Alterações bioquímicas e fisiológicas em sementes de milho causadas pelo envelhecimento acelerado. Scientia Agrícola, v.57, n.2, p.263-270, 2000.
TAVARES, M.A.G.C.; VENDRAMIM, J.D. Bioatividade da erva de-santa-maria, Chenopodium ambrosioides L., sobre Sitophilus zeamais Mots. (Coleoptera: Curculionidae). Neotropical Entomology, v.34, n.2, p.319-323, 2005.
VIEIRA, R. D. et al. Condutividade elétrica e teor de água inicial das sementes de soja. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 37, n. 9, p. 1333-1338, 2002.
VIEIRA, R.D.; KRZYZANOWSKI, C.F. Teste de condutividade elétrica. In: KRZYZANOWSKI, C.F.; VIEIRA, R.D.; FRANÇA NETO, J.B. (Eds.) Vigor de sementes: Conceitos e testes. Londrina, ABRATES. p.1-26. 1999.
VANZOLINI, S.; ARAKI, C.A.S.; SILVA, A.C.T.M.; NAKAGAWA, J. Teste de comprimento de plântula na avaliação da qualidade fisiológica de sementes de soja. Rev. bras. Sementes, 29 (2): 90-96. 2007.
VAZQUEZ, G. H.; CARDOSO, R.D.; PERES, A.R. Tratamento químico de sementes de milho e o teste de condutividade elétrica. Biosci. J., Uberlândia, v. 30, n. 3, p. 773-781, May/June, 2014.

Downloads

Publicado

2023-10-27

Como Citar

GAROFOLO, Ana Cristina Siewert; MORAIS, Lilia Aparecida Salgado de; BRAZ, Madelon Rodrigues Sá; ANTUNES, Luiz Fernando de Sousa. Efeito dos Óleos de Aroeira Pimenta e Erva de Santa Maria em Sementes de Milho Armazenadas à Temperatura Ambiente. Fronteira: Journal of Social, Technological and Environmental Science, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 250–260, 2023. DOI: 10.21664/2238-8869.2023v12i3.p250-260. Disponível em: https://revistas2.unievangelica.edu.br/index.php/fronteiras/article/view/6980. Acesso em: 20 abr. 2024.